Indianos avistam o Himalaia pela primeira vez em 30 anos

| Tags: corona vírus, covid-19, isolamento social, meio ambiente, planeta terra, poluição, saúde, sustentabilidade Indianos avistam o Himalaia pela primeira vez em 30 anos


As medidas de isolamento social, a diminuição do uso de combustíveis fósseis e de atividades sociais, têm levado a queda dos níveis de poluição atmosférica em muitas regiões do mundo.
Na Índia, a quarentena e melhoria da qualidade do ar fez com que moradores da região norte do país pudessem avistar o Himalaia pela primeira vez em 30 anos. As montanhas e seus cumes cobertos de neve puderam ser vistos a uma distância de cerca de 200 quilômetros.

As pessoas subiram nos telhados das casa para apreciar esta paisagem, possível pela primeira vez em décadas.

Nas mídias sociais, famosos e anônimos têm compartilhado imagens do Himalaia com encantamento e surpresa. O sikh Sant Balbir Singh Seechewal, Famoso pelo seu engajamento ambiental e luta pela despoluição dos rios do país, afirmou em seu perfil do Instagram que ele nunca viu nada parecido.

“Podemos ver as montanhas cobertas de neve das nossas casas. E as estrelas também estão visíveis durante a noite. Não vi nada parecido com isso nos últimos anos”, conta Seechewal.
De acordo com o Centro de Controle de Poluição do país, a qualidade do ar melhorou muito desde o início da quarentena.  Na capital Deli houve uma redução de 44% nos níveis de PM10, um tipo de partícula inalável, em apenas alguns dias.



Um relatório da DIU (India Today Data Intelligence Unit) afirma que a qualidade do ar no país ficou 33% melhor entre os dias 16 e 27 de março, o que inclui apenas os 3 primeiros dias de quarentena.

Poluição estava 5 vezes acima dos níveis seguros

A Organização Mundial de Saúde considera que os níveis seguros de qualidade do ar devem apresentar um limite de material particulado (PM2.5) abaixo de 20mg/m3. Na Índia, na maior parte do tempo, estes níveis são 5 vezes maiores: 100mg/m3 de PM 2.5.

Balbir Singh Seechewal afirma que a queda nos índices de poluição e a visão surpreendente do Himalaia deve servir como um grande alerta e um chamado para mudanças.

Por Ciclo Vivo

Economia Sustentável