Dia da Sobrecarga da Terra

Dia da Sobrecarga da Terra


O conceito Sobrecarga da Terra (Overshoot Day, em inglês) foi originalmente desenvolvido pelo instituto independente britânico de pesquisas New Economics Foundation, uma organização parceira da Global Footprint Network. De acordo com os cálculos da Global Footprint Network, nossa demanda por recursos ecológicos renováveis e os serviços que eles fornecem é atualmente equivalente a mais do que 1,5 Terras. Os dados nos mostram que estamos no caminho de atingir uma demanda de recursos equivalentes a dois planetas bem antes da metade do século.



Desde 2001, o dia de Sobrecarga da Terra vem sendo antecipado, em média, três dias a cada ano. A metodologia está em constante evolução. As projeções continuarão a mudar. Entretanto, todos os modelos científicos demonstram um padrão consistente: avançamos para além do nosso "orçamento" desde a década de 1970. Nossa dívida está se multiplicando. É uma dívida ecológica, e estamos pagando juros altíssimos. Escassez de alimentos, erosão do solo, acúmulo de CO2 na nossa atmosfera – toda essa dinâmica traz custos humanos e monetários devastadores.

O que está em jogo não é a vida do planeta. E sim, a própria perpetuação raça humana, passageira dessa nave há apenas 200 mil anos - a vida unicelular surgiu há 3,7 bilhões. O trilhar rumo a uma economia de baixo carbono é um ato para evitar os riscos de que sejamos vítimas da grande sexta extinção em massa - uma extinção dramaticamente provocada por nós mesmos. Mas ainda há tempo de evitar as consequências mais trágicas.

1º de agosto, em menos de oito meses, nós usamos mais recursos naturais em quantidade maior do que o planeta pode regenerar em um período de 12 meses! Para o restante de 2018, estaremos vivendo em recursos emprestados de gerações futuras.



Nós chamamos este dia de Overshoot Day (Dia da Sobrecarga da Terra) e ele representa a data aproximada em que acabamos com o orçamento da natureza. A cada ano, esse consumo termina mais cedo. Agora, a data caiu em 1º de agosto.

Pequenas ações e mudanças de hábito fazem uma grande diferença e todos nós desempenhamos um papel importante na criação de um mundo onde vivemos dentro dos limites da Terra. Entenda as causas, consequências e como podemos mudar.

Por Museu do Amanhã e WWF

Economia Sustentável


Newsletter