Como fazer uma composteira doméstica

| Tags: adubo orgânico, lixo, meio ambiente, minhocas, orgânico, reciclagem, sustentabilidade Como fazer uma composteira doméstica

Diariamente são produzidas cerca de 160 mil toneladas de lixo no Brasil, sendo que a matéria orgânica corresponde a 57% do volume total de resíduos descartados no país, de acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). 

Considerando que aproximadamente 40% dos resíduos sólidos são passíveis de reaproveitamento e apenas 13% deles são destinados para a reciclagem, a compostagem, prevista pela Lei Nacional de Resíduos Sólidos, pode ser uma alternativa para dar uma melhor destinação ao material orgânico. O método que permite transformar restos de alimentos em um adubo fértil é capaz de diminuir a quantidade de resíduos encaminhados aos aterros sanitários e lixões e ainda reduzir a emissão de gases que contribuem para o aumento do efeito estufa. 

A técnica de reciclagem pode ser feita por meio da composteira doméstica, que é uma solução viável tanto para quem mora em casa quanto em apartamento. Veja como fazer dois modelos seguindo as orientações de Cristal Muniz, autora do livro Uma vida sem lixo:



Composteira em casa
1 - No seu quintal, faça um buraco na terra de pelo menos 0,5 metro quadrado e cerca de 30 centímetros de profundidade. Para sustentar as paredes de terra, coloque um caixote ou caixa d’água sem o fundo nas laterais, que permita o acesso ao chão. Também é possível cercar a área em contato com a terra com uma cerca de arame, tábuas ou troncos.
2 - Deposite o material orgânico no espaço delimitado diariamente. Sem espalhar muito, concentre-o em um canto até encher o espaço.
3 - Cubra a superfície com folhas secas ou serragem. Não comprima a mistura, pois a falta de oxigenação nesse tipo de compostagem pode gerar mal cheiro.
4 - A cada 15 dias, revire todo o material para ajudar a aerar a terra e facilitar a decomposição.
5 - Em até três meses, as sobras de alimento vão se transformar em um adubo fértil, que pode ser usado em plantas e hortas



Composteira em apartamento
A composteira com minhocas é ideal para quem mora em apartamento ou vive em casa mas não pode fazer um buraco no quintal.
1 - Separe três caixas plásticas escuras, sendo uma com tampa, para compor os andares da sua composteira.
2 - Reúna cerca de 100 minhocas. 
3 - Empilhe as três caixas.
4 - Faça pequenos furos nos dois primeiros andares para o resíduo orgânico diluído cair e as minhocas se movimentarem.
5 - No andar superior, forre o fundo com folhas secas ou serragem, em seguida coloque a terra com as minhocas e deposite o lixo orgânico acima diariamente. Depois, cubra os resíduos com outra camada de serragem para contribuir com a oxigenação.
6 - Continue depositando a matéria orgânica até que a caixa superior esteja cheia. Quando o recipiente encher, coloque-o para baixo e deixe a mistura em repouso por cerca de um mês. 
7 - Troque-o pela caixa do meio que está vazia e recomece o processo durante o tempo de repouso, uma vez que a compostagem acontece nesses dois andares. 
8 - A caixa da base serve apenas para coletar o resíduo orgânico líquido que escorre das duas caixas superiores. Esse biofertilizante pode ser diluído em dez partes de água e usado para regar as plantas uma vez por semana.
9 - Após o período de repouso, que deve durar em torno de um mês, o material se transforma em adubo orgânico, também conhecido como húmus de minhoca, que pode ser utilizado em hortas e plantas.
10 - Para retirar o húmus, deixe a caixa com a tampa aberta em um lugar com bastante luz até que as minhocas se escondam na terra. Então tire o adubo aos poucos para não machucá-las.
 
Por https://revistagloborural.globo.com/
 

Economia Sustentável


Newsletter